Spoilers do capítulo 947 de One Piece - Big Mom Is Back

Big Mom VS Queen
Big Mom vs Queen

No capítulo anterior de One Piece, testemunhamos a batalha entre um Yonko e um Desastre. Embora Queen seja um dos braços direitos de Kaido, ele foi derrotado por Big Mom em apenas alguns golpes. Além disso, Big Mom e Luffy se reuniram semanas após sua batalha na Ilha Whole Cake. Finalmente, emOne Piece capítulo 947, A memória da Big Mom estará de volta. Luffy e vovô Hyo conseguirão sair da prisão com vida?


Luffy terá um pequeno flashback enquanto treinava com Rayleigh. Enquanto isso, os dois estão em perigo porque a Big Mom vai atacar novamente. Os dois ficaram boquiabertos, mas o vovô Hyo está bem, já que estava defendendo com o Haki chamado Ryou, que pode ser usado como ataque e defesa. Vovô Hyo também revelou que, se poderoso o suficiente, Ryou pode alcançar o interior do corpo e destruir os órgãos vitais.

Como esperado da Big Mom, ela foi capaz de destruir a prisão de Udon com ela apenas perseguindo Luffy. Queen ainda está consciente e está tentando pensar em algo para parar o furioso Yonko. Seu plano é atrair a furiosa Big Mom com oshiruko. Ele então atacará Big Mom com Brachio Bombs. O impacto da explosão trouxe de volta a memória de Big Mom. Quando todos estão quase perdendo as esperanças pensando que a Big Mom vai pegá-los, o Yonko realmente adormeceu.



Pensando no futuro, isso dá ao Queen a oportunidade de amarrar Big Mom com correntes de pedras do mar. Eles enrolaram as correntes 100 vezes e até administraram anestesia 100% animal. Queen e seus homens estão planejando escoltar Big Mom até Onigashima antes que ela acorde. Depois que Queen e seus homens partiram, Babanuki (o diretor da Mina Prisão de Udon) foi deixado no comando. Enquanto isso, Luffy começou sua própria agitação. Isso é tudo para os spoilers do capítulo 947 de One Piece. Fique ligado para mais informações e spoilers sobre este arco.


One Piece Capítulo 947 Data de Lançamento

One Piece 947será lançado oficialmente na segunda-feira, 1º de julho de 2019.